sábado, 27 de outubro de 2012

A EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE

A EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE







Aos estudiosos das coisas da Humanidade, estudando este texto com a mente e espírito aberto, com a coragem suficiente, reflectindo/meditando com a mente, com sentimento e com a alma, poderão compreender porque há homens “menores” e homens “maiores”.
Ajudará a compreender algo do presente, do passado, e quiçá, das possibilidades do futuro.
Isso acontece porque existe uma EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE.
Todos estão a caminho, com mais ou menos vontade, com mais ou menos atraso, mais diligentes ou mais parados…
Mas no caminho estão todos…
É impossível não estar no Caminho.


HOMEM SENSITIVO
- Despertar para a Vida, para o mundo circundante.
- Procura o que é agradável aos sentidos físicos e a satisfação das necessidades básicas.
- Gratificação dos sentidos: procura o agradável à visão (é bonito ou não é bonito), ao olfacto (cheira bem ou não cheira bem), ao paladar (sabe bem ou não sabe bem), ao ouvido (soa bem ou não soa bem), ao tacto (é agradável ou não é agradável)…
- Satisfação das necessidades básicas da Vida: alimentação, reprodução e manutenção da vida (sobrevivência).
- Estado de consciência: inconsciência de si, estado de primeira infância (do ponto de vista espiritual).


HOMEM EMOCIONAL
- Desenvolvimento dos afectos.
- Procura a satisfação das emoções. O acto instintivo do sexo dá lugar aos primeiros vislumbres do “amor”, sentimento de sintonia, harmonia e solidariedade para com o próximo.

- Início da consciência social e dos fenómenos associados, tais com o sentimento de pertença a um grupo social, a família (que na sua forma rudimentar traduziu-se pelos primeiros agrupamentos de indivíduos da mesma espécie), e posteriormente, no conceito de comunidade…

- Estado de consciência: semiconsciência. Estádio ainda “infantil”. Por vezes, de criança desadaptada (do ponto de vista espiritual) porque a necessidade de afecto nunca é permanentemente satisfeita. O afecto, a intimidade e o convívio social são importantes mas só por si não bastam para tingir a plenitude.


HOMEM INTELECTUAL
 - Desenvolvimento do intelecto (inteligência). Capacidade de alterar o meio ambiente.
- Procura o útil, o conhecimento, o ter, o poder, o estatuto.
- Estado de consciência: consciência de si. Estado de adolescência espiritual, muitas vezes rebelde. Utilização da inteligência para satisfazer as próprias necessidades (estado egocêntrico, egoísta).
Começa a questiona-se sobre si, sobre os outros e a Vida em geral (através do despertar do “espírito de observação”, dá-se o início da ciência e da investigação).
- Satisfazer as necessidades do corpo (Homem Sensitivo), as necessidades afectivas e do convívio social (Homem Emocional), adquirir conhecimento, desenvolver a inteligência e a capacidade de direccionar o livre arbítrio (Homem Intelectual) são patamares fundamentais de crescimento. Mas o caminho ainda nem vai a meio. Para atingir a plenitude, é preciso continuar…
O próximo passo diz respeito ao desenvolvimento da intuição, onde é possível desenvolver também a fé/espiritualidade, as virtudes espirituais, os dons/poderes do Espírito imortal “feito à imagem e semelhança do seu Criador”.
- O estado de Homem Intelectual é o estádio em que se encontra a maior parte da Humanidade actual, muito em choque com o estádio seguinte, o do Homem Intuitivo. 

HOMEM INTUITIVO
- Desenvolvimento da Intuição, da dimensão espiritual. A intuição ultrapassa o material pois não conhece barreiras. O intelecto está ligado aos cinco sentidos – logo, ao material, ao palpável – e à mente consciente. A intuição está ligada à dimensão espiritual, ao hiper-consciente. É na intuição que se desenvolve a verdadeira fé.
- Procura o Bom, o Verdadeiro, o Belo, o Bem.
- É na intuição que também está inscrita a consciência moral do Homem, ou seja, a noção do Bem e do Mal.
- O intelecto/ciência desenvolve-se pela observação, experimentação, dedução, pelo raciocínio…
- A intuição desenvolve-se através do relaxamento, da concentração e focalização contínua da mente, da meditação, da contemplação, do saber deixar-se guiar apelo inconsciente/espírito/Eu interior…
- Estado de consciência: estado de adulto. Abertura natural e assumida à dimensão não material da Vida: a dimensão espiritual.
- Num passo mais à frente, consoante área de eleição, o Homem Intuitivo irá dar lugar aos Carismáticos da Ciência/Conhecimento, da Arte e/ou da Liberdade e da Fé/Espiritualidade.
- Num patamar ainda superior, pelo esforço, dedicação, estudo e boa vontade, tornar-se-á Sábio quando alia a Ciência/Conhecimento à Arte, ou, Universalista quando alia a Fé/Espiritualidade à Arte.
- Actividade voltada para o Bem comum.

 Nota: a Humanidade está actualmente no estádio de Homem Intelectual, a transitar, ainda que demasiado lentamente, para o estádio de Homem Intuitivo. Nada há de errado em gostar do agradável, em gostar do que preenche a pessoa do ponto de vista afectivo (como veremos no estádio seguinte), da mesma forma que nada há de errado em satisfazer a fome e a sede.
A maior parte das pessoas, apesar de estarem no estádio de Homem Intelectual, ainda têm muito de Homem Sensitivo e Homem Emocional…
Nada há de errado nisso, pois é natural o desejo da gratificação dos sentidos e dos afectos.
Na medida em que a pessoa se desenvolve, todas essas procuras purificam-se, no sentido da pessoa procurar o que é agradável, que também pode ser útil, mas que também seja verdadeiro e bom (para si e/ou para os outros, sem prejuízo de ninguém).

HOMEM INTEGRAL
- Vive/integra em abraço a Ciência, a Arte e a Fé.
- Estado de consciência: adulto auto-realizado.
- Estado muito elevado de consciência: integra os estados de HOMEM SÁBIO e HOMEM UNIVERSALISTA/UNIVÉRSICO.
- Após desenvolver muito o conhecimento, experienciar inúmeras circunstâncias de vida, se as condições de vida o permitirem, caminhará a passos largos para a plenitude total e dificilmente algo o deterá.
- Vive unicamente para o verdadeiro, para o bem, para o progresso, para aquilo que é construtivo, tanto para si como para o próximo e para a sociedade.
- Projecto de vida integrado em valores elevados, visando o bem comum.

HOMEM CÓSMICO
Psicografado por José Matos

- Encontrou Deus. Vive em Comunhão com a Fonte da Vida. Vivência transpessoal (abandono da noção de ego, logo, do egoísmo, sentindo-se parte integrante da Realidade Cósmica).
- Procura estar em sintonia com o que de mais puro, verdadeiro e elevado existe.
- Estado de consciência: adulto auto-realizado (“auto” porque a realização só é possível por esforço próprio, pelo estudo e pela experiência). Atingiu a auto-realização. Estado cósmico de consciência, estado de plenitude. Integridade das dimensões física, mental e espiritual.
- Estado elevadíssimo de consciência. Tem consciência das verdades espirituais. Por exemplo: fala de Deus mas sente a presença de Deus, fala da lei do karma mas sente as interligações dessa lei, fala do mundo espiritual, de certa Hierarquia Espiritual e Cósmica mas tem pelo menos alguma consciência dessa hierarquia. Sente verdadeiramente a realidade/existência desses (e outros) factos.
- Estar perto de um Homem Cósmico é como estar perante um representante/intérprete da Verdade na Terra. Se está ligado à espiritualidade, é como um representante de Deus na Terra. As suas palavras precisam de ser escutadas…
- Irradia vibrações muito elevadas que deixam as pessoas comuns em estado de elevação, sentindo paz, harmonia, equilíbrio…Muitas pessoas ficam positivamente perturbadas na sua presença. É o Eu interior (inconsciente ou Espírito) da pessoa que sabe que está ali um Espírito desenvolvido que a pode ajudar em algo. Muitas pessoas, sem saberem porquê, sentem vontade de lhe falar, de travar algum diálogo com ele.
- Desenvolvimento superior do hiper-consciente. A sua consciência “não conhece limites”. Através do pensamento percepciona lugares, pessoas, o passado, o presente, o futuro…
- Deixa de ter “vontade própria”: é um servo da Vida, de Deus, sem no entanto perder jamais a sua individualidade, vontade e livre arbítrio.
- Compreensão do “Teatro Cósmico”, que inclui a vida na Terra, em que uma das maiores alegrias vivenciadas por aqueles que já estão nesse estádio, é a compreensão que Deus só quer a felicidade do Ser Humano. A esmagadora maioria do sofrimento advém da ignorância, dos desvios, dos excessos (vaidade, orgulho, avareza, egoísmo, cobiça, vícios, apegos…) ou das deficiências (falta de fé, falta de conhecimento, preguiça, ócio, conformismo, falta de esforço correcto e/ou suficiente…), do livre arbítrio mal orientado...
- Deus tem um plano de felicidade para o Homem mas não se impõe pois quer que o Ser Humano cresça utilizando o seu livre arbítrio. Toda a Criação toca uma lindíssima sinfonia que chama o Homem para participar na Felicidade da Existência Cósmica… até mesmo, o que se chama sofrimento. A maioria do sofrimento traduz um convite da bondade e da misericórdia Divina. Dependendo dos casos, é um convite à mudança, ao crescimento, ao fortalecimento, ao estudo, à reflexão, ao desapego, à flexibilidade, à mudança de planos para algo melhor e mais construtivo, ao impulso para aprender/procurar respostas, etc…). Numa palavra, para “CRESCER”.


Ao longo de toda a longa caminhada, muitas lições há para aprender… Incontáveis provações há para ultrapassar. O Homem Cósmico realizou-se. Mas é possível hoje falar de um estádio acima do Homem Cósmico que poucos alcançaram. Poder-se-á considerar o apuramento/aperfeiçoamento do Homem Cósmico: o Homem Nirvânico.
Cedo o auto-realizado Homem Cósmico compreende que no final de cada ciclo, virá sempre o inicio de um próximo. O caminho continuará sempre… perfeito só Deus.
- Se se deixa passar pelas provas que lhe restam e que serão “as últimas”, consegue vencer o que lhe “resta” vencer, aprender o que “resta” aprender, vivenciar o que “resta” vivenciar, despertar e/ou fortalecer o que “resta” despertar e/ou fortalecer, atingirá mais tarde ou mais cedo o Supremo Nirvana – A União com Deus – objectivo daquilo a que se chama “Religião” e “Yoga”, e que corresponde ao mais elevado estado de harmonia, paz, conhecimento, felicidade e Bem-Aventurança. Tornar-se-á um “Homem Nirvânico”. O estado de consciência, alegria e felicidade que se pode experimentar neste estado não tem qualquer tipo de comparação com alguma experiência ou sentimento que se possa experimentar neste mundo. A alegria, a paz e a felicidade são descritas por quem vivencia este estado como “indescritível”, “está para além das palavras”.
- Tornar-se-á “Um com Deus”, O Amoroso, O Tolerante, O Bondoso, O Misericordioso, O Perfeito, O Pai Celestial… Aquele que perdoa tudo, inclusive os mais hediondos crimes, e através dessa União, transmitirá/irradiará à sua volta todas essas qualidades… Na verdade, tornar-se-á numa espécie de “Sol” que irradia ao seu redor, em todas direcções, bondade, sabedoria, justiça, paz, amor…
- Atinge-se este estado quando se tem a plena consciência que Deus é a Fonte de Tudo: saúde, harmonia, alegria, riqueza, sorte, oportunidades de crescimento, conhecimento… Quando se compreende num patamar muito superior de perfeição/compreensão, que procurar, encontrar e viver em comunhão com Deus é o alfa e ómega da existência humana/espiritual!
- Será digno de poder dizer como Jesus Cristo: “Eu e o Pai Somos Um”.
Mas fale-mos um pouco mais sobre esse estado.


HOMEM NIRVÂNICO: a “Perfeição”
Psicografado por José Matos

- Comunhão definitiva com Deus.
- Estado de consciência: Plenitude Total. Estado Angelical. Íntima comunhão com Deus. Estado de consciência que pode ser traduzida através da expressão “Eu e o Pai Somos Um” e “A minha vontade é a Vontade do Pai”.
A evolução continua pois “perfeito só Deus”. Também existem obviamente vários graus do que se pode chamar “Homem Nirvânico”, pois há medida que progride, serão atribuídas determinadas tarefas/responsabilidades.
- Geralmente (há excepções) chega-se a este estado depois de esgotadas todas as necessidades de reencarnar no mundo material, incluindo em outros planetas mais avançados do que o Planeta Terra. Foi vivido/experimentado o que havia para viver/experimentar. “Nada mais” há para aprender neste mundo, exactamente da mesma forma do que acontece com o aluno de uma Universidade que chegou ao patamar de conhecimento em que essa Universidade já “nada” tem para lhe ensinar…
- Enquanto o Homem Cósmico procura (e consegue) estar em sintonia com o que de mais puro, verdadeiro e elevado existe, o Homem Nirvânico já está “perfeitamente” integrado nessa União.
- Irradia vibrações elevadíssimas, deixando algumas pessoas mais sensíveis em estado de grande paz, felicidade, em êxtase mesmo.
- O karma negativo foi esgotado ou o que restava dele, perdoado.
- Alcança-se o estádio de “Homem Nirvânico” a partir da consciência elevadíssima do Homem Cósmico e quando todas as “portas” do mal (da possibilidade de praticar o mal, de desvios graves) se fecham “definitivamente”. A sua sabedoria, compreensão e virtudes/forças desenvolvidas já não “permitem” retrocesso. Foram também fechadas “definitivamente” as portas a todos os vícios (físicos, emocionais, mentais e espirituais…), aos apegos… já só há vontade de servir, de amar, mas tudo isso a partir de um patamar elevadíssimo de consciência, perfeição, sabedoria…
- Então, quando isso acontece, o Espírito começa a desenvolver determinados poderes superiores (“além” da mediunidade natural), que correspondem a determinadas tarefas ao serviço de Deus, que só são entregues aqueles que não os utilizarão nem de forma egoísta nem para prejuízo de alguém.
- “Total” compreensão do “Teatro Cósmico”. O Homem Nirvânico rejubila e junta-se definitivamente à Sinfonia Cósmica. Já faz parte dela.
- Espíritos neste estado de perfeição dificilmente reencarnam (a não ser em circunstâncias muitíssimo especiais). Aprenderam o que tinham a aprender na matéria neste mundo em sucessivas reencarnações (provaram o “fel” e o “mel” das contingências deste mundo, experimentaram a pobreza e a riqueza, o ser homem ou ser mulher, ser pai e ser mãe, ser servo e ser senhor e não têm mais necessidade de reencarnar).
- Estado elevadíssimo de pureza e perfeição espiritual caracterizada por amor puro, sabedoria, poder e glória
- Desenvolvimento extremo do hiper-consciente: omnisciência. Capacidade de viajar mentalmente e/ou em Espírito por “toda” a Criação.
- Quando desencarnados, são seres conhecidos por exemplo como Anjos e Arcanjos, que vivem acima do Bem e do Mal, para além de qualquer apego à matéria e às experiências materiais. Seres próximos ou já neste estádio a este estádio são muito raramente conhecidos. Quando são conhecidos, estão ao serviço de Deus em missões muito peculiares.
- Pouquíssimos seres alcançam este estado ainda reencarnados. Apesar de ainda viverem no mundo físico, já trabalham exclusivamente em favor dos desígnios divinos. Alguns orientam a evolução de uma nação e até mesmo, contribuem para a evolução de todo o Planeta (quase sempre no anonimato).
- Perfeitos e fiéis servidores de Deus. Quando desencarnados cumprem as Suas ordens realizando determinadas tarefas de “grande” responsabilidade, que vão desde a manutenção de energias responsáveis pela “simples” coesão dos átomos e vivificação das plantas, até à mais extrema e inimaginável disciplina e harmonia dos astros e das gigantescas galáxias…
- Paz e Felicidade “Total” …


 O DESENVOLVIMENTO DA CONSCIÊNCIA SOCIAL DA HUMANIDADE
(por Cristo Martins)

Consciência Social Individualista
• Apenas pensa em si e nos seus direitos.
• Os outros apenas existem para o servir, para lhe dar aquilo que precisa.
• Consciência social infantil.

Consciência Social Intelectual
• O seu relacionamento com outro baseia-se na procura do útil, do que o outro lhe pode dar.
• Preocupa-se com o status.
• Os outros constituem recursos à sua disposição para atingir os seus objectivos: dinheiro, recursos materiais, segurança, conforto, fama, conhecimento, poder, prestígio, etc.
• No pólo positivo reconhece que todos têm os seus interesses e direito a satisfazê-los. No pólo negativo os outros concidadãos constituem apenas degraus para se conseguir chegar onde se almeja, ou adversários, inimigos a abater para se conseguir chegar onde se quer.
• Consciência social pouco matura. Muitas vezes de “criança rebelde”.

 Consciência Social Comunitária
• Todos vivem de todos. Cada um ocupa um lugar importante com o qual os outros se beneficiam.
• Procura o que é construtivo, integrador, bom para a harmonia e progresso colectivos.
• Fomenta a harmonia entre direitos e deveres. Contribui para a justiça social através de grupos de actuação social, como por exemplo, filiação em partidos políticos, sindicatos, colectividades desportivas ou culturais, grupos de solidariedade social, etc.

Consciência Social Integral
• Trata-se da vivência social do Homem Integral, que procura conciliar o seu desenvolvimento interior com o contributo que pode e sabe que deve de dar para o progresso colectivo. Tem agora consciência do muito que já lhe foi dado. É chegado agora o momento de retribuir.
• Procura a harmonia integrada. Dá o seu contributo a partir da compreensão elevada da Vida e do Ser Humano que conquistou. Para ele tudo é dom, nada pára em ninguém.
• Tem consciência e compreensão dos erros sociais e perspectiva soluções globais, caminhos a seguir.
• Horizontes alargados: coloca o valor humano e as possibilidades de progresso harmonioso para além das diferenças de cultura, raça, religião, nacionalidade, etc.
• Procura dar o seu contributo, por exemplo, através da escrita ou outra forma de arte, filosofia, ingresso em instituições religiosas com objectivos missionários, organizações humanitárias, instituições políticas, grupos de sociais de pressão com objectivos nobres, etc.

Consciência Social Cósmica
• É a vivência social do Homem Cósmico.
• Vive a integridade total da Vida, o Eu na Unidade e Diversidade. Vive em si mesmo as grandes verdades e propósitos da existência Humana, através da sua iluminação espiritual desperta.  






CONTACTO: 965 830 827


FORMADOR: JOSÉ MATOS
Dr. José Matos
Psicólogo, Terapeuta e Mestre Espiritual

CONSULTAS, CURSOS, PALESTRAS
- Psicólogo Clínico (Estágio no Hospital Júlio de Matos)
- Especialista em espiritualidade, religião, perturbações espirituais e mediunidade
- Formador de terapias espirituais e desenvolvimento espiritual (meditação, mediunidade, yoga...)
- Instrutor da Sintonia Divina e da Cura Divina com a Energia de Fátima
- Autor do livro “Esquizofrenia: Bênção ou Maldição: Como Compreender e Lidar com a esquizofrenia, Perturbações Mentais com Origem Espiritual.”


CONTATOS:

José Matos
(Psicólogo, mestre de tarot, professor de espiritualidade, escritor)

Elisabete Coutinho
(Taróloga, mestre de Reiki e Karuna, professora de meditação)

LOCAL: FRATERNIDADE E ESCOLA ESPIRITUAL ESPÍRITO∞INFINITO
Praceta das mimosas, 13, Loja Direita
(Frente à estação da CP de Rio de Mouro, saída 11 da IC19)
MARCAÇÕES: 965 830 827 (José Matos); 969 393 559 (Elisabete Coutinho)
Nota: necessário marcação.


Conheça uma parte do nosso trabalho no FACEBOOK:
José Matos Iniciações Celestiais
Elisabete Coutinho 

Para falar pelo Skype: josepombomatos


 Siga-nos também no Twitter: José Matos




CONSULTAS – CURSOS – TRATAMENTOS – PALESTRAS
RINCHOA – SINTRA – POR INTERNET VIA SKYPE

ATENÇÃO: TAMBÉM FAZEMOS CURSOS COM DESLOCAÇÃO (PORTUGAL E ILHAS) 




CONTACTO: 965 830 827


Além das consultas presenciais também fazemos consultas  por telefone ou internet.

CONSULTAS POR TELEFONE OU INTERNET
PODE MARCAR CONSULTA COM JOSÉ MATOS,
ELISABETE PACHECO OU COM OS DOIS EM SIMULTÂNEO

Obter a Consulta em 3 passos:

1º Entrar em contacto connosco no FACEBOOK (Nome Facebook: “José Matos Iniciações Celestiais” ou “Elisabete Pacheco”), ou  por EMAIL: (josepombomatos@gmail.com ou pacheco.elisabete@clix.pt ) ou no SKYPE (Nome do Skype: “josepombomatos” ou “elisabete.pacheco" ) ou ligar para o TELEMÓVEL 965 830 827 (José Matos) ou 969 393 559 (Elisabete Pacheco) para combinar o dia e a hora da consulta.

2º Pagar a consulta por transferência bancária (BPI),  pela Internet (PayPal) ou cheque.

3º Estar  no FACEBOOK no SKYPE ou no TELEFONE no dia e na hora combinada.